5 motivos para continuar amando o livro impresso

Por Diego Francora

Para fazer um contraponto com o post anterior a este.

1 A questão da estética: tocar um livro, abri-lo, folheá-lo, sentir o cheiro das páginas, isso faz sentido para muitas pessoas. A relação ser e suporte tende a torna-se intensa.

2  O ato social: ir a bibliotecas, livrarias, sebos, etc. São caminhos propiciados para pessoas que têm prazer em comprar, emprestar, trocar o livro. É a conexão real entre os ambientes sociais.

3 A tradição do livro:  objeto que atravessa séculos, é uma arte hoje democratizada, mas que já foi motivo de luta na idade média.  A informação contida nos livros era privilégio para poucos.

4 Presente que nunca sai de moda:  faz-se necessário conhecer um pouco da pessoa que vai receber o presente, oferecer uma obra é sempre uma boa escolha e um ótimo exercício de análise de personalidade.

5 Item de coleção:  pessoas se deleitam ao comprar todos os livros de um autor preferido, completar um trilogia. Esse pode ser um prazer limitado para quem opta por e-books.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Uncategorized

5 motivos para você usar um e-reader

Por Diego Francora

1 Portabilidade: geralmente aparelhos dessa natureza são leves e compactos, existe um no mercado que pesa apenas 134 gramas. Cabe no bolso. A pessoa leva para qualquer lugar.

2 Preço: bons produtos custam acima de R$ 200,00.

3 Durabilidade: ter um *e-reader é possuir um bem permanente. Não existe a necessidade da troca anual ou de atualizações constantes. Isso pode ser um problema para as fabricantes, no entanto, é um ganho para o comprador.

4 Experiência de leitura:  é muito similar a de um livro de verdade. A luminosidade do ambiente não atrapalha, dá para deixar o texto maior ou menor, fazer anotações, compartilhar trechos de um livro na web.

5 Títulos: existem milhares e milhares de e-books disponíveis para compra ou download gratuito.

__

*E-reader é um dispositivo dedicado à leitura de livros digitais – e-books.

 

 

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia

A mentira acerca do aprendizado de idiomas – não compre a formula mágica.

Por Diego Francora

“Você pode aprender um idioma em apenas 4 meses”

 Plus: o mais otimista diz que você pode alcançar o topo em 8 semanas. Socorro!

 

Essa formula  existe?

Eu acho que não. Jamais pagaria mais de 1,5 mil reais por um curso desses.

Vamos aos fatos

Se você quer aprender uma nova língua, esteja preparado para dedicar tempo aos seus estudos, seja constante.  Acho que essa é uma formula honesta. Conheço diversos professores de Inglês que levaram anos para dominar o idioma, nunca ouvi nenhum deles dizer sobre essa possibilidade.  Conheço gente também que foi morar no exterior e não aprendeu o idioma em alguns meses – mesmo com uma imersão real.

É certo que a prática de um idioma pode ser divertida, contudo, existe uma complexidade por trás de qualquer língua.  Se fosse tão simples assim, o mundo todo seria uma grande reunião de poliglotas. No entanto, a formula mágica do aprendizado precisa ser vendida. As pessoas necessitam acreditar em algo simples e rápido, algo que resolva seus problemas.

Estamos no século 21, é possível que o aprendizado seja mais efetivo em comparação com tempos passados, a internet realmente possibilita grandes avanços para quem quer tentar algo novo – há muita literatura disponível, ferramentas de aprendizagens e coisas do tipo. De qualquer forma, não seja tão otimista quando você ler um desses anúncios: aprenda Inglês em 28 semanas – Inglês rápido fácil e fluente em 8 semanas. Isso é Business. Só isso. E eu tenho medo desse tipo de negócio, não sinto que os envolvidos nesse processo prezem pela qualidade do produto.

Quer aprender um novo idioma?

Algumas das minhas percepções  para isso acontecer – siga os bons professores – tente identificar uma metodologia que realmente faça sentido para você – estude muito – invista dinheiro em livros – siga blogs, websites –  seja pró ativo – troque experiência com outras pessoas, a interação é importante no aprendizado de qualquer matéria – tente explicar o que você aprendeu – não tenha medo de errar – e o principal: não acredite em formulas milagrosas. Elas não existem.

Deixe um comentário

Arquivado em Educação, Tecnologia

A tecnologia da escrita – sugestões para a capa de um eBook – Parte 3

Você já deve ter percebido que escrever um eBook pode ser uma tarefa completamente autoral, e isso tem a ver com a capa também.  A possibilidade de você ser o artista aqui é enorme. Tente criar uma arte que tenha relação com o conceito do seu livro. Não use imagens de terceiros sem autorização, isso pode te trazer algum problema.  A capa do seu trabalho pode ser feita com um editor de texto, imagem, a opção de simplicidade ou sofisticação da arte será uma escolha sua. O que eu indico aqui é que você busque modelos/exemplos na própria internet, baixe alguns eBooks e veja como eles estão apresentados. Você pode baixar livros [de graça] em diversos sites, uma pesquisa rápida no Google vai ter dar várias opções de downloads.

Continua..

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia

Star Wars Downunder Fan Film

Veja o que um fã dedicado conseguiu fazer. Star Wars downunder foi gravado na Austrália, o diretor Michael Cox fez questão de unir duas culturas, a primeira – a das estrelas – a segunda – a do típico australiano estereotipado. [refiro-me ao Inglês falado]

O cara usou softwares “caseiros” para criar os efeitos especiais do filme. Colaboradores também entraram em ação – atores, estudantes de cinema, etc. Segundo Cox, o filme saiu a custo zero, quem se envolveu no projeto investiu apenas talento e tempo.

Deixe um comentário

dezembro 26, 2013 · 2:35 pm

A tecnologia da escrita – escreva seu eBook – Parte 2

Certamente você vai precisar de um tema que te agrade, dispor de uma idéia razoável e ter algum conhecimento sobre o assunto. Esse é ponto de partida. Depois, comece a escrever, utilize algum editor de texto, tente  o Open Office, Word, etc. Sei que um e-book também pode ser escrito em um formato mais especifico, o HTML, [em um trabalho mais profissional essa linguagem pode ser exigida] mas não se preocupe com essa questão, simplifique.  Esse é seu primeiro trabalho!

Após escrever seu eBook, peça para alguém revisar, busque opiniões de terceiros, ajuda muito.

Uma formatação  nessa etapa pode ajudar lá na frente.

Continua…

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia

A tecnologia da escrita – como criar um eBook. Parte 1

Por Diego Francora

Escrever um livro e publicá-lo não é um  problema no século 21. Tudo o que você precisa ter é uma boa idéia. As condições atuais para desenvolver um trabalho dessa natureza são favoráveis – e a tecnologia é a grande facilitadora para isso acontecer. E o melhor de tudo, o custo para esse tipo de empreendimento é baixo. Você pode fazer isso tudo sozinho.

Eu vou explicar essa questão. Já ouviu falar no livro eletrônico? [também conhecido como eBook ou livro digital] – a obra que você não pega nas mãos, aquela que é possível  ser lida por um *eReader, tablet ou computador.

Então, o formato digital pode ser o caminho para você que tem vontade de escrever, mas não dispõe de recursos e contatos com editores. Para falar a verdade, muitos autores têm optado por esse formato atualmente, até mesmo os mais famosos, o mercado cresce a cada ano. Tudo converge para a praticidade. Com esse formato você pode carregar um livro de 500 páginas em um aparelho com menos de 200 gramas.  A experiência de leitura de um eBook tem se tornado a cada dia mais amigável, a tecnologia **e-Ink melhora sempre.

Nota:

* aparelho dedicado a leitura de eBooks em formatos ePub. PDF. Mobi.

**papel eletrônico

Continua..

Deixe um comentário

Arquivado em Tecnologia